Sistema de Bibliotecas

Universidade Federal do ABC

Horário de funcionamento: 

De segunda a sexta-feira das 08h às 22h e aos Sábados das 08h às 13h30.

 

Biblioteca Santo André:

Avenida dos Estados, 5001
Bairro Santa Terezinha - Santo André
CEP: 09210-580
Telefone: (11) 4996-7933
E-mail:
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

 

Biblioteca São Bernardo do Campo:

Alameda da Universidade, s/nº
Bairro Anchieta - São Bernardo do Campo
CEP: 09606-045
Telefone: (11) 2320-6200
E-mail:
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Informações gerais sobre o Sistema de Bibliotecas:

Telefone: (11) 4996-7930

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.    

  

Biblioteca Universitária 

Registro CRB/8 3706

Siga-nos

Sophia Scielo   __ 
fapesp ibict2    
capestv periodicos    
cnpq comut    
springer dominpub    

ebscoebooks

     
 

 


  

“São Bernardo: Quem sabe faz a hora!” (hora de arrancar os espinhos)

Junho 29, 2017

…Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo

para todo propósito debaixo do céu: tempo de plantar

e tempo de arrancar o que se plantou.

(Ec.3:vs1e2)

A terraplenagem sob o relógio da matriz:

Tic-tac a elite planeja, faz e planta.

Tic-tac o povo desfaz, nega e arranca.

Nas ruas; zero hora:

Tic-tac tempo de mudança.

Espinheiros nos logadouros! Não chega a ser uma bomba atômica ou sequer um spray de inseticida sobre os parasitas dos jardins, ruas, passeios e praças públicas. Esta composição poética de pouca extensão serve apenas como leve sobrecarga elétrica moral, livre de peso ou pressão, verso valorizando a ética e não a métrica, abusando da fonética e mais; revelando à população do ABC os desígnios oculto dos filhos de antigos soldados militares, atuais herdeiros da propriedade privada, chefes e senhores de toda a plantação espinhenta local. Severos, desumanos, de forma traumática esses falsos lavradores sem alma mataram as batatas plantando palmas, cactos e mandacarus, transformando a cidade num grande quintal de obras.; árido, nocivo, infrutífero, cheio de urubus.

Que temos na cidade?

Substâncias venenosas?

Plantas daninhas?

Ervas más?

O território sob o cartório de notas:

Tic-tac a elite fixa e demarca.

Tic-tac o povo modifica e desmancha.

Nas ruas; zero hora: tempo de mudança.

OBS: Esta única faísca busca revitalizar os lugares públicos em oposição à velha política agrícola e apesar de não possuir muitos recursos procura em poucos minutos incendiar os antigos arbustos rutáceos que não produzem mais frutos atraindo atenção para o plantio de várias espécies de árvores frutíferas.

…Em Brasília 19:00 horas.

Neto Aaron França

Igreja_Matriz_de_São_Bernardo_do_Campo
Igreja Matriz de São Bernardo do Campo